Uma viagem atemporal

Autores

  • Clarice Kowacs Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre (SPPA)

Palavras-chave:

Julio Cortázar, literatura latino-americana, atemporalidade, experiência emocional, campo analítico, processo analítico

Resumo

O texto traz o livro Os autonautas da cosmopista, um relato minucioso ecriativo de Julio Cortázar e sua mulher Carol Dunlop a respeito de uma viagem atemporal feita em 1982. Durante um mês ambos percorreram os 776 km que separam Paris de Marselha – percurso que poderia ser feito em apenas um dia – observando e descrevendo, fotografando e desenhando o que viam e sentiam, com muito humor e sensibilidade. A autora traça um paralelo da viagem com o processo psicanalítico, que necessita de um tempo próprio e intimidade para ser bem sucedido.

 

A timeless journey

The text describes the book Autonauts of the cosmoroute, a thorough and creative report by Julio Cortázar and his wife Carol Dunlop on a timeless journey taken in 1982. During a month they both covered the 776 km between Paris and Marseilles - what could be done in one day alone – observing and describing, taking pictures and drawing what they saw and felt, with humor and sensibility. The author draws a parallel between the journey and the analytic process, which needs its own time and intimacy to succeed.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Baranger, W., & Baranger, M. P. (1969). Problemas del campo psicoanalítico. Buenos Aires: Kargieman.

Bion, W. R. (1962). Aprendendo de la experiencia. Barcelona: Paidós, 1980

Cortázar, J. (1962). Histórias de cronópios e de famas (8a ed.).Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

_____. (1966). Todos os fogos o fogo (8a ed.). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.

Cortázar, J., & Dunlop, C. (1983). Los autonautas de la cosmopista. Buenos Aires: Muchnik.

Honoré, C. (2004). Devagar (5a ed.). Rio de Janeiro: Record, 2007.

Publicado

2013-09-05

Como Citar

Kowacs, C. (2013). Uma viagem atemporal. Revista De Psicanálise Da SPPA, 20(2), 461. Recuperado de https://revista.sppa.org.br/RPdaSPPA/article/view/92