Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito

Hans Bellmer e a invenção da Boneca: o empuxo-à-mulher e a construção de um corpo fora

Renata Damiano Riguini, Cristina Moreira Marcos

Resumo


O artigo trabalha a definição lacaniana de empuxo-à-mulher na psicose e sua relação com o corpo e com o gozo. Partimos da obra do artista Hans Bellmer, que, segundo nossa hipótese, inventa A boneca como solução à dissolução imaginária do corpo e à vivência de um gozo deslocalizado. Revisando conceitos caros a esta construção, entendemos que tal invento leva o sujeito a localizar o gozo não regulado pelo falo em um objeto fora, à maneira paranoica. Desta forma, Hans Bellmer, com seu savoir-y-faire, inventa um corpo fora do corpo que dá forma ao corpo despedaçado e, ao mesmo tempo, usa o empuxo-à-mulher, efeito da não inscrição da metáfora paterna, para consumar sua solução.

Palavras-chave: empuxo-à-mulher, gozo, sexuação, corpo.

 

Abstract

Hans Bellmer and the invention of The doll: the push-to-woman and the construction of a body outside

This article works on the lacanian definition of push-to-woman on psychosis and its relationship with the body and joy. We start from the work of the artist Hans Bellmer who, according to our hypothesis, invents The doll as a solution to the imaginary dissolution of the body and the experience of a deslocalized enjoyment. Revising important concepts to this construction, we understand that this invention leads the subject to locate the unregulated enjoyment on an object outside, as the paranoid way. Thus, Hans Bellmer, with his savoir-y-faire, invents a body outside the body that shapes shattered body and, at the same time, uses the push-to-woman, effect of the non-inscription of paternal metaphor, to consummate this solution.

Keywords: push-to-woman, joy, sexuation, body.

Resumen

Hans Bellmer y la invención de la muñeca: el empuje-a-la-mujer y la construcción de un cuerpo fuera

En este artículo se trabaja la definición lacaniana de empuje-a-la-mujer en la psicosis y su relación con el cuerpo y con el goce. Partimos de la obra del artista Hans Bellmer, quien, según nuestra hipótesis, inventa La muñeca como solución a la disolución imaginaria del cuerpo y a la vivencia de un goce disperso (no localizado). Revisando conceptos caros a esta construcción, entendemos que dicho invento lleva al sujeto a situar el goce no regulado por el falo en un objeto fuera, a la manera paranoica. De esa forma, Hans Bellmer, con su savoir-y-faire, inventa un cuerpo fuera del cuerpo que da forma al cuerpo fragmentado y, al mismo tiempo, usa el empuje-a-la-mujer, efecto de la no inscripción de la metáfora paterna, para consumar su solución.

Palabras clave: empuje-a-la-mujer, goce, sexuación, cuerpo.


Palavras-chave


empuxo-à-mulher; gozo; sexuação;corpo

Texto completo:

PDF

Referências


Alvarez, P. El empuje a la mujer como pere-version. In: Virtualia, Revista digital de la EOL. 2016, Ano X, n. 30. Disponível em http://virtualia.eol.org.ar/031/template.asp?Consecuencias-de-la-Ultimisima-Ensenanza/El-empuje-a-la-mujer-como-pere-version-html. Acesso em 10/11/2016.

Alvarez, P. Transexualismo y travestismo desde la perspectiva del psicoanalisis. In: Virtualia, Revista digital de la EOL. 2016, Ano X, n. 32.Disponível em: http://virtualia.eol.org.ar/032/Observatorio-de-genero/PDF/Transexualismo-y-travestismo.pdf. Acesso em 10/11/2016.

BATAILLE, Georges. Informe. In. Documents (1929). Paris : Gallica, 1991. p.382.

Chemama, R. Diccionario de Psicoanalisis. Bs. As,: Amorrotu Editores. 1995. Pags. 396-7.

Freud, S. Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranoia (1911) In: Freud, Sigmund. Obras psicológicas completas de S. Freud: edição standard brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v. XIV, p.77-81 .

Freud, S. A organização genital infantile: uma interpolação na teoria da sexualidade (1923) In: Freud, Sigmund. Obras psicológicas completas de S. Freud: edição standard brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v. XIX, p.155-164 .

Freud, S. Algumas consequências psíquicas da distinção anatômica entre os sexos. In: Freud, Sigmund. Obras psicológicas completas de S. Freud: edição standard brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996. v. XIX, p.273-288 .

Godoy, C. Psicosis y sexuación. In: Schejtman, F. Elaboraciones lacanianas sobre la psicosis. Buenos Aires: Grama Ediciones, 2012.

Lacan. J. De uma questão preliminar a todo tratamento possível da psicose. In: Escritos. Trad. Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge zahar Ed., 1998, p.537-590.

Lacan, J. (1998) A significação do falo (1958b). In: Escritos. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editora, p. 692-704.

Lacan, J. O Seminário: livro 20: Mais, Ainda (1972-73). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985. 201 p.

Lacan, J. (2003). Televisão (1974). In: Outros Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

Masson, C. La fabrique de la poupée chez Hans Bellmer.Paris, L’Harmattan, 2000.

Miller, J-A. (1996). Suplemento topológico a “Uma questão preliminar...”. In: Miller, J-A. Matemas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, p. 119-137.

Miller, J-A. (2008). Uma partilha sexual. In: O semblante e a comédia dos sexos. Rio de Janeiro, Revista Latusa, n. 13, p. 12-30.

Miller, J-A. (2012). A psicose ordinária. Belo Horizonte, Scriptum Livros.

Riguini, R. e Ferrari, I (2013). A comédia dos sexos nas parcerias amorosas. In: Analytica: Revista de Psicanálise da UFSJ. São João Del Rei, V. 2, n.2.

Serra, M. (2011). Algunas cuestiones que J-A Miller desarroló en Montpellier. In: Revitsa de la Universida Popular Jacques Lacan. Disponível em: https://psicoanalisisycienci.wordpress.com/2011/07/10/algunas-cuestiones-que-j-a-miller-desarrolo-en-montpellier. Acesso em 15/11/2016.

Seynhaeve, B. (2012) Fazer-se um corpo.

Webb, P e Short, R. Death, Desire and the doll: the life and art of Hans Bellmer. New York: Solar Books, 2004.




Revista de Psicanálise da SPPA  |  ISSN 1413-4438  |  ISSNe 2674-919X  | RPdaSPPA no Google Scholar

Classificação Qualis: B2 Psicologia

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre

Rua General Andrade Neves, 14/802 | 90010-210 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone +55 (51) 3228-7583 | E-mail: revista@sppa.org.br