Lou Andreas-Salomé e Rainer Maria Rilke: uma contribuição aos estudos sobre o bloqueio criativo

Autores

  • Manola Vidal Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ)

Palavras-chave:

Lou Andreas-Salomé, Rainer Maria Rilke, Bloqueio Criativo, Narcisismo, Luto

Resumo

A partir dos trabalhos de Lou Andreas-Salomé sobre os temas do narcisismo e luto, procurou-se conhecer a sua compreensão sobre as experiências de bloqueio criativo vividas pelo poeta Rainer Maria Rilke. Este percurso permitiu uma aproximação da escrita produzida pela autora, que atravessou diferentes estilos literários e acadêmicos a partir de uma cronologia que seguiu suas experiências de vida e possibilitou sua compreensão como uma escrita feminina. Em sua contribuição para a teoria psicanalítica, foi realizado um recorte que focalizou os temas do trabalho de luto, a partir da experiência de uma eterna construção do objeto perdido, e do narcisismo, através da concepção do contínuo vir a ser oriundo das regressões narcísicas. O aspecto atemporal de sua obra também permitiu uma aproximação da teoria psicanalítica contemporânea através do semiótico e do simbólico na linguagem poética e do tema do narcisismo, ambos presentes na obra de Julia Kristeva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manola Vidal, Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ)

Psicóloga, psicanalista. Membro convidado da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ).
Mestre e Doutora em Saúde da Mulher. Pós Doutora em Psicanálise e Saúde Mental.

Referências

André, J. (2008). O acontecimento e a temporalidade: O après-coup no tratamento. IDE: Psicanálise e cultura, 31(47), 139-167.

Andreas-Salomé, L. (1962). The dual orientation of narcissism. The Psychoanalytic Quarterly, 31(1), 1-30. (Original publicado em 1921) DOI: 10.1080/21674086.1962.11926232

Andreas-Salomé, L. (1980). Nietzsche. Trad. e Introd. de Luis Pasamar. Madrid: Zero. (Col. Biblioteca “Promoción del Pueblo”, n. 35)

Andreas-Salomé, L. (1989). Carta aberta à Freud. São Paulo: Landy Editora. (Original publicado em 1931)

Andreas-Salomé, L. (1997). Fenitschka, Eine Ausschweifung. Berlim: Zwei Erzählungen. (Original publicado em 1898)

Andreas-Salomé, L. (2001). Aprendiendo con Freud – Diario de un año: 1912-1913. Barcelona: Laertes Editora. (Original publicado em 1912)

Andreas-Salomé, L. (2001). Rodinka, Eine Russische Erinnerung. Aachen: AixLibris Antiquariat Klaus Schymiczek. (Original publicado em 1923)

Andreas-Salomé, L. (2003). Anal e Sexual. In A necessidade da neurose obsessiva. Porto Alegre: APPOA (Associação Psicanalítica de Porto Alegre), 91-117. (Original publicado em 1916)

Andreas-Salomé, L. (2009). Jutta. Edição digital: Labirinti. (Original publicado em 2000)

Andreas-Salomé, L. (2012). The erotic. New York: Routledge. (Original publicado em 1910)

Andreas-Salomé, L. (2013). Im Zwischenland. Estrasburgo: Britta Bernet. (Original publicado em 1902)

Andreas-Salomé, L. (2014). Henrik Ibsens Frauengestalten. Bremen: DearBooks. (Original publicado em 1906)

Andreas-Salomé, L. (2014). Menschenkinder: Novellencyklus. Wyoming: Creative Media Partners. (Original publicado em 1899)

Andreas-Salomé, L. (2015). Die Stunde ohne Gott und andere Kindergeschichten. Berlin:Kunstund Buchantiquariat. (Original publicado em 1922)

Andreas-Salomé, L. (2015). Ruth. Berlim: Hofenberg. (Original publicado em 1895)

Andreas-Salomé, L. (2016). Aus fremder Seele. Berlim: Hofenberg. (Original publicado em 1896)

Andreas-Salomé, L. (2016). Na Rússia com Rilke. Lisboa: Relógio Dágua. (Original publicado em 1900)

Andreas-Salomé, L. (2019). Drei Briefe an einen Knaben. Berlim: Henricus. (Original publicado em 1917)

Andreas-Salomé, L. (2019). Lou Andreas-Salomé & Rainier Maria Rilke, Correspondência. Madrid: Epub Libre. (Original publicado em 1952)

Andreas-Salomé, L. (2020). Ma: Ein Porträt. Asland: Library of Alexandria. (Original publicado em 1901)

Andreas-Salomé, L. (2020). Rainier Maria Rilke. Buenos Aires: Libros del Zorzal. (Original publicado em 1928)

Buber, M. (2001). Eu e tu. (N.A.von Zuben, Trad). São Paulo: Centauro. (Original publicado em 1923)

Cixous, H. (1995). La Risa de la Medusa – Ensaios sobre la escritura. Madrid: Editorial de la Universidad de Puerto Rico.

Derrrida, J. (1998). Of grammatology. Baltimore: The Johns Hopkins University Press.Etkind, A. (2019). Eros of the Impossible: the history of psychoanalysis in Russia. London: Routlegde.

Freud, S (1987h). Dostoievski e o parricídio, In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de S. Freud, (Vol. 21, pp. 203-223). Rio de Janeiro: Imago (Original publicado em 1927)

Freud, S. (1987a). Luto e melancolia. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol 14, pp.249-263). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1917)

Freud, S. (1987b). Sobre narcisismo: uma introdução. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol 14, pp.85-119). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1914)

Freud, S. (1987c). Escritores criativos e devaneios. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol. 9, pp. 133-143). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1908)

Freud, S. (1987d). Moisés e o monoteísmo. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol. 23, pp. 15-150). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1939)

Freud, S. (1987e). Leonardo da Vinci e uma lembrança da sua infância. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol. 11, pp. 59-126). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1910)

Freud, S. (1987f). O inconsciente, In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol. 14, pp. 185-239). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1915)

Freud, S. (1987g). Além do princípio do prazer. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, (Vol. 18, pp. 12-85). Rio de Janeiro: Imago. (Original publicado em 1920)

Gabler-Brinker, G. (2012). Image in outline. Reading Lou Andreas-Salomé. New York: Continuum.

Gonzáles, A. (1997). El pensamento filosófico de Lou-Andreas-Salomé. Madrid: Ediciones Cátedra.

Heidegger, M. (1998). Ser e Tempo: parte II. Petrópolis: Vozes.

Hume, D. (2016). Ensaios sobre o entendimento humano. (J.O.A.Marques Trad.) UNESP.

Kristeva, J. (1984). Revolution in poetic language. New York: Columbia University Press.

Laplanche, J. (2006). Problématiques VI – L’après-coup. Paris: Puf.

Leibniz, G. (1990). Novos Ensaios sobre o entendimento humano. Santa Catarina: Editora Clube do Livro.

Oliveira, L.E.P. (2005). O inconsciente freudiano entre Lou Andreas-Salomé e Victor Tausk. Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica, 8(2), 237-254.

Pfeiffer, E. (1966). Freud/Lou Andreas-Salomé. Correspondência completa. Rio de Janeiro: Imago.

Prideaux, S. (2019). Eu sou dinamite: a vida de Friedrich Nietzsche. São Paulo: Planeta do Brasil.

Rée, P. (2003). The basic writings. Chicago: Ilinois University Press.

Rilke, R.M. (2006). Sonetos a Orfeu. Lisboa: Relógio D`água.

Rilke, R.M. (2013). Elegias de Duíno. Rio de Janeiro: Globo Livros.

Roudinesco, E & Plon, M. (1998). Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar.

Saflate, V. (2011). O que é normatividade vital? Saúde e Doença a partir de Georges Canguilhem. Scientiae Studia, 9(1), 11-27.

Schultz, (1994). In defence of Narcissus: Lou Andreas Salomé and Julia Kristeva. The Germany Quaterly, 67(2), 185-196. https://doi.org/10.2307/408406

Wikipedia. (2022). Malwida von Meysenbug. Enciclopédia online (Versão Inglesa). https://en.wikipedia.org/wiki/Malwida_von_Meysenbug

Publicado

2022-07-27

Como Citar

Vidal, M. (2022). Lou Andreas-Salomé e Rainer Maria Rilke: uma contribuição aos estudos sobre o bloqueio criativo. Revista De Psicanálise Da SPPA, 29(1), 135–156. Recuperado de https://revista.sppa.org.br/RPdaSPPA/article/view/1030