Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito

As múltiplas cores do arco-íris: despatologizando a diversidade sexual

Sergio Lewkowicz

Resumo


Estamos vivenciando na contemporaneidade a manifestação de uma vasta gama de apresentações da sexualidade, compondo metaforicamente as cores de um arco-íris, como o que é representado nas bandeiras e imagens do movimento LGBTQ+. Muitas dessas configurações sexuais atuais não são novas e estiveram sempre presentes na história da humanidade. Entretanto, tornaram-se novas em sua visibilidade e em suas reivindicações de respeito, compreensão e acolhimento. Por outro lado, as sexualidades, que se mostram tão fluidas e cambiantes, parecem ser de aparição mais contemporânea. O autor propõe-se a questionar porque ocorre uma resistência tão violenta contra as manifestações das diversidades de gênero e de orientação sexual na atualidade. Busca compreender essas resistências nas instituições psicanalíticas e também dentro de nós mesmos. Inicia com a nova visão biomédica e da saúde mental que despatologiza a diversidade sexual. Considera a diferença entre as gerações como um dos fatores envolvidos na resistência às novas apresentações da sexualidade. Salienta a nossa tendência a generalizar e a pensar de maneira binária e não complexa, levando a uma insistência na binaridade sexual. Finalmente, discute a resistência presente nas teorias psicanalíticas que tendem a normatizar a sexualidade, considerando que tanto os analistas como as instituições psicanalíticas persistem ambivalentes em relação a normatizar a sexualidade em oposição a uma visão mais singular e específica de cada pessoa (AU)


Palavras-chave


Psicossexualidade; Sexo; Gênero; Despatologização; Diversidade Sexual; Heteronormatividade

Texto completo:

PDF

Referências


Bion, W.R. (1970). Atenção e interpretação. Rio de Janeiro: Imago, 2006.

Freud, S. (1951 [1935]). A letter from Freud (April 9, 1935). American Journal of Psychiatry, 107(10),786-787.

Freud, S. (1976a). Três ensaios sobre a teoria da sexualidade. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 7, pp. 117-231). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1905)

Freud, S. (1976b). O estranho. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 12, pp. 227-270). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1919)

Gilligan, C. & Snider, N. (2018). Why does patriarchy persist?. Cambridge: Polity Press.

Justo, G. (2020, 19 de novembro). Pelo 12º ano consecutivo, Brasil é país que mais mata transexuais no mundo. Exame [Website] https://exame.com/brasil/pelo-12o-ano-consecutivo-brasil-e-pais-que-mais-mata-transexuais-no-mundo/

Krenak, A. (2019). Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras.

Kristeva, J. (2019). Prelude to an ethics of the feminine. Conference presented at the 51th IPA Congress ‘The Feminine’, London, 2019, from 24th to 27th July, 2019. Retrieved from: http://www.kristeva.fr/prelude-to-an-ethics-of-the-feminine.html

Lemma, A. (2015). Sexualities: contemporary psychoanalytic perspectives. London: Routledge.

Mambelli, F. (2020, Abril). Dossier Barthes : poétique de l’engagement. Le Nouveau Magazine Littéraire, 25.

Organização Mundial de Saúde (OMS) (2018). Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID 11). No prelo.

Philippe, E. (2019, 27 mars). Ni fille, ni garçon : la révolution du genre. L'Obs, 2490 (Société). Retrieved from https://www.nouvelobs.com/societe/20190327.OBS2490/ni-fille-ni-garcon-la-revolution-du-genre.html

Tort, M. (2005). Fin del dogma paterno. Buenos Aires: Paidós, 2008.




DOI: https://doi.org/10.5281/sppa%20revista.v27i3.757

Direitos autorais 2020 Sergio Lewkowicz

Revista de Psicanálise da SPPA | Publicada desde 1993 (1988-93 com o nome de Arquivos de Psicanálise da SPPA)

Publicação Quadrimestral | ISSN 1413-4438 (versão impressa) | ISSNe 2674-919X (versão eletrônica) | Qualis: B2 Psicologia
 
INDEXADORAS:
LILACS | Biblioteca Virtual da Saúde (OPAS - BIREME)
CLASE | Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (Universidad Nacional Autónoma de México - UNAM)
Scholar | Google Acadêmico

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre

Rua General Andrade Neves, 14/402 | 90010-210 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone +55 (51) 3224-3340 | WhatsApp (51) 9 8487-0158 | E-mail: revista@sppa.org.br