Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito ou Pago

Psicanálise e literatura: intersecções

Manuel José Pires dos Santos

Resumo


O autor examina algumas relações existentes entre a psicanálise e a literatura de ficção, assinalando a mútua influência entre elas. Destaca a importância da busca e do significado da palavra em ambas e a importância de Freud como um estilista ímpar na língua alemã. Aponta ainda o papel da literatura como precursora da investigação científica da alma humana, sendo a psicanálise, nesse sentido, sua herdeira.

 

Psychoanalysis and literature: intersections

The author examines relations present between psychoanalysis and fictional literature, highlighting the mutual influence between them. He emphasizes the importance of the search and of the significance of the word in both areas, and the importance of Freud as an unsurpassable stylist in the German language. He also stresses the role of literature as a precursor of scientific investigation of the human soul, having psychoanalysis, in this sense, as its heir.

 


Palavras-chave


emoção; literatura; palavra; romance; significado

Texto completo:

PDF

Referências


Aguiar e Silva, V. (1979). Teoria da literatura. Coimbra: Almedina.

Andrade, C. D. (1969). Reunião. Rio de Janeiro: José Olympio.

Bollas, C. (1992). A sombra do objeto. Rio de Janeiro: Imago.

Borges, J. L. (1967). Obra Poética. Buenos Aires: Emecé.

Carpeaux, O. M. (1968). As revoltas modernistas na literatura. São Paulo: Edições de Ouro.

Freud, S. (1907). Delírios e sonhos na Gradiva de Jensen. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. (Vol. 9, pp. 13-98), Rio de Janeiro: Imago, 1972.

_____. (1914). O Moisés de Michelangelo. In Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. (Vol. 13, pp. 249-278), Rio de Janeiro: Imago, 1972.

Llosa, M. V. (2004). A verdade das mentiras. São Paulo: Arx.

Masson, J. M. (1985). A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess. Rio de Janeiro: Imago.

Mahony, P. (1982). Freud como escritor. Rio de Janeiro: Imago, 1992.

_____. (1989). Sobre a definição do discurso de Freud. Rio de Janeiro: Imago.

_____. (1987). Psicanálise e discurso. Rio de Janeiro: Imago.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Revista de Psicanálise da SPPA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista de Psicanálise da SPPA | Publicada desde 1993 (1988-93 com o nome de Arquivos de Psicanálise da SPPA)

Publicação em fluxo contínuo | ISSNe 2674-919X (versão eletrônica) | ISSN 1413-4438 (versão impressa) | Qualis B1 (Psicologia)


INDEXADORAS

BiViPsi | Biblioteca Virtual de Psicanálise (FEPAL)
CLASE | Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (Universidad Nacional Autónoma de México - UNAM)
EBSCO | Academic Search Ultimate (EBSCO Industries, Inc. USA)
Latindex (Diretório) | Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Universidad Nacional Autónoma de México - UNAM)
LILACS | Biblioteca Virtual da Saúde (OPAS - BIREME)
PsycINFO | American Psychoanalytical Association (APA)
Scholar | Google Acadêmico

 
Rua General Andrade Neves, 14/402 | Centro Histórico | 90010-210 | Porto Alegre, RS | Brasil-| +55 51 98487 0158 | revista@sppa.org.br