Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito

Desamparo, contemporaneidade e a clínica atual: considerações

Anette Blaya Luz

Resumo


O texto busca relacionar a incapacidade de simbolizar a experiência emocional com a condição de des-amparo do bebê humano. Apresenta, brevemente, aspectos teóricos das obras de Freud, Klein, Bion e Winnicott, onde as questões referentes ao desamparo são examinadas. Propõe que a sociedade moderna não protege a relação mãe-bebê, contribuindo, portanto, para o surgimento dos distúrbios do pensamento e da capacidade simbólica e do sonhar, tão típicos das patologias que se apresentam hoje nos consultórios psicanalíticos. Uma vinheta clínica é relatada para ilustrar como o papel e os objetivos da análise podem ter se modificado nestes últimos anos, obrigando os analistas a buscarem novas alternativas de comunicação e compreensão do sofrimento mental (AU)


Palavras-chave


Desamparo; Experiência emocional; Simbolização; Contemporaneidade; Setting

Texto completo:

PDF

Referências


BAKER, R. (1993). The patient’s discovery of the psychoanalyst as a new object. Int. J. Psychoanal.,

v. 74, p. 1223-33.

BALINT, M. (1968). The basic fault: therapeutic aspects of regression. London: Tavistok

Publication.

BION, W. R. (1962). A theory of thinking. In: Second thoughts. London: Karnac Books. 1984.

. (1962a). O aprender com a experiência. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

. (1963). Elements of Psycho-Analysis.

London: Karnac Books. 1984.

CARLISKY, N.; ESKENAZI, C. K. (2000). Paradigmas y paradoxas del nuevo milenio. In:

Resignación o desafio. Buenos Aires: Lumen.

CRUZ, J. G. (2009). Deep Fritz versus Sigmund Freud: a luta do século. Revista Brasileira de

Psicanálise, v. 43, n. 3, p. 86-104.

EISSLER, K. (1953). The effect of the structure of the ego on psychoanalitic technique. J. Am.

Psychoanal. Assn., v. 1, p. 104-143.

FERENCZI, S. (1921). Prolongamentos da técnica ativa. In: Escritos psicanalíticos, 1909-1933.

Rio de Janeiro: Taurus.

. (1928). A elasticidade da técnica psicanalítica. In: Escritos psicanalíticos, 1909-1933.

Rio de Janeiro: Taurus.

. (1929). A criança mal acolhida e sua pulsão de morte. In: Escritos psicanalíticos, 1909-

Rio de Janeiro: Taurus.

. (1930). Princípios de relaxação e neocatarse. In: Escritos psicanalíticos, 1909-1933. Rio

de Janeiro: Taurus.

. (1932). A confusão de línguas entre os adultos e a criança. In: Escritos psicanalíticos,

-1933. Rio de Janeiro: Taurus.

. (1934 [1932]). Reflexões sobre o trauma. In: Obras completas de Sándor Ferenczi. v. 4.

São Paulo: Martins Fontes, 1992.

FREUD, S. (1919). Linhas de progresso na terapia analítica. In: Edição standard brasileira das

obras completas de Sigmund Freud. v. 17. Rio de Janeiro: Imago, 1976, p. 201-211.

. (1926). Inibição, sintoma e angústia. In: Edição standard brasileira das obras completas

de Sigmund Freud, v. 20. Rio de Janeiro: Imago, 1972.

GREEN, A. (1982). La double limite. Nouvelle Revue de Psychanalyse, Paris, n.25, p .267-83,

KLEIN, M. (1946). Notas sobre alguns mecanismos esquizóides. In: Obras completas de Melanie

Klein. v. 3. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

KRISTEVA, J. (2001). As novas doenças da alma. Rio de Janeiro: Rocco.

LIPOVETSKY, G. (1986). La era del vacío. Barcelona: Anagrama.

OGDEN, T. (2005). Esta arte da psicanálise. Porto Alegre: Artes Médicas.

. (2010). Rediscovering psychoanalysis. Routledge. New Yoprk & London.

WINNICOTT, D. W. (1952). Letter to Money Kyrle. In: RODMAN, F. R. (Ed.). The spontaneous

gesture: selected letters of D. W. Winnicott. Cambridge, MA: Harvard University, 1987.

. (1955-6). Variedades clínicas da transferência. In: Textos selecionados: da pediatria a

psicanálise.

Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1978.

. (1956). Preocupação materna primária. In: Textos selecionados: da pediatria a psicanálise.

Rio de Janeiro: Francisco Alves, p. 491-498.

. (1975). O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago.




DOI: https://doi.org/10.5281/sppa%20revista.v19i2.555

Direitos autorais 2012 Revista de Psicanálise da SPPA

Revista de Psicanálise da SPPA | Publicada desde 1993 (1988-93 com o nome de Arquivos de Psicanálise da SPPA)

Publicação Quadrimestral | ISSN 1413-4438 (versão impressa) | ISSNe 2674-919X (versão eletrônica) | Qualis: B2 Psicologia
 
INDEXADORAS:
LILACS | Biblioteca Virtual da Saúde (OPAS - BIREME)
CLASE | Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (Universidad Nacional Autónoma de México - UNAM)
Scholar | Google Acadêmico

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre

Rua General Andrade Neves, 14/402 | 90010-210 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone +55 (51) 3224-3340 | WhatsApp (51) 9 8487-0158 | E-mail: revista@sppa.org.br