Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito

A neurose obsessiva, veredas freudianas: breves considerações

Alirio Torres Dantas Júnior

Resumo


O artigo aborda a neurose obsessiva de acordo com a obra de Freud, usada como ponto inicial para a argumentação do autor, enfatizando a sua dinâmica metapsicológica. Com base na hipótese clínica de que o pensamento torna-se fonte de angústia, destaca o fato do recalque dos componentes sádicos da libido constituir o ponto de partida da neurose. O autor enfatiza que, como escreveu Freud, a luta defensiva é a sua principal característica, distinguindo-a das demais neuroses. Ele sugere que uma fragilidade da estrutura narcísica primária é uma das condições necessárias para a forma peculiar da apresentação da angústia e de suas defesas. Ao argumentar que o pensamento torna-se fonte de angústia, destaca as dificuldades técnicas resultantes e sustenta que o manejo da transferência representa a única solução clínica possível (AU)

Abstract

The obsessive neurosis in Freud: brief considerations

The article addresses the obsessive neurosis emphasizing its metapsychological dynamics. It starts with the clinical hypothesis that the thinking becomes source of angst, underlines that the repression of the sadistic components of the libido constitutes the initial point of this neurosis. The author emphasizes that the defensive struggle is its main characteristic, which differentiates from the other neurosis. He suggests that a fragility of the primary narcissistic structure is a necessary condition for the peculiar aspect on how the angst and the defenses come to be. Arguing that the thoughts and the thinking processes becomes source of angst, which leads to specific technical difficulties, he argues that the work on the transference represents the only effective clinical approach.

Keywords: Obsessive neurosis; Metapsychology; Angst; Defensive struggle; Defenses; Sadistic components; Repression; Transference; Narcissism

Resumen

Neurosis obsesiva, sendas freudianas: breves consideraciones

El artículo aborda la neurosis obsesiva inspirada en el trabajo de Freud, utilizada como punto de partida para el argumento del autor, enfatizando su dinámica metapsicológica. Partiendo de la hipótesis clínica de que el pensamiento se convierte en una fuente de angustia, destaca que la contención de los componentes sádicos de la libido constituye el punto de partida de la neurosis. El autor enfatiza que, como escribió Freud, la lucha defensiva es su característica principal, distinguiéndola de otras neurosis. Él sugiere que una debilidad en la estructura narcisista primaria es una de las condiciones necesarias para la forma peculiar de la presentación de la angustia y sus defensas. Argumentando que el pensamiento se convierte en una fuente de angustia, destaca las dificultades técnicas resultantes y sostiene que el manejo de la transferencia representa la única solución clínica posible.

Palabras clave: Neurosis obsesiva; Metapsicología; Angustia; Lucha defensiva; Defensas; Componentes sádicos; Contensión; Represión; Transferencia; Narcisismo


Palavras-chave


Neurose obsessiva; Metapsicologia; Angústia; Luta defensiva; Defesas; Componentes sádicos; Recalque; Repressão; Transferência; Narcisismo; Obsessive neurosis; Metapsychology; Angst; Defensive struggle; Defenses; Sadistic components; Repression

Texto completo:

PDF

Referências


Freud, S. (1969). A disposição à neurose obsessiva. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – O caso Schreber. Artigos sobre técnica e outros trabalhos, (Vol. 12, pp. 399-409). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1913)

Freud, S. (1969). A negativa. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) - O Ego e o Id. Uma neurose demoníaca do século XVII e outros trabalhos (Vol. XIX, pp. 293-300). Rio de Janeiro, RJ: Imago. (Trabalho original publicado em 1925)

Freud, S. (1976). As neuropsicoses de defesa. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – Primeiras publicações psicanalíticas, (vol. 3, pp. 55-73), Imago Editora. (Trabalho original publicado em 1894)

Freud, S. (1976). Atos obsessivos e práticas religiosas. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – ‘Gradiva’ de Jensen e outros trabalhos, (Vol. 19, pp. 119-131). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1907)

Freud, S. (1976). Hereditariedade e a etiologia das neuroses. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – Primeiras publicações psicanalíticas, (vol. 3, pp. 163-179), Imago Editora. (Trabalho original publicado em 1896a)

Freud, S. (1976). Inibições, sintomas e ansiedade. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – Um estudo autobiográfico. Inibições, sintomas e ansiedade. A questão da análise leiga e outros trabalhos, (Vol. 20, pp. 95-201). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1926 [1925])

Freud, S. (1976). Notas sobre um caso de neurose obsessiva. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – Primeiras publicações psicanalíticas, (vol. 10, pp. 157-222), Imago Editora. (Trabalho original publicado em 1909)

Freud, S. (1976). Novos comentários sobre as neuropsicoses de defesa. Parte II - A natureza e o mecanismo da neurose obsessiva. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – Primeiras publicações psicanalíticas, (vol. 3, pp. 194-200), Imago Editora. (Trabalho original publicado em 1896b)

Freud, S. (1976). Obsessões e fobias: Seu mecanismo psíquico e sua etiologia. In J. Salomão (Trad.). Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (ESB) – Primeiras publicações psicanalíticas, (vol. 3, pp. 85-100), Imago Editora. (Trabalho original publicado em 1985 [1894])




Direitos autorais 2020 Revista de Psicanálise da SPPA



Revista de Psicanálise da SPPA | Publicada desde 1993 (1988-93 com o nome de Arquivos de Psicanálise da SPPA)

Publicação Quadrimestral | ISSN 1413-4438 (versão impressa) | ISSNe 2674-919X (versão eletrônica) | Qualis: B2 Psicologia
 
INDEXADORAS:
LILACS | Biblioteca Virtual da Saúde (OPAS - BIREME)
CLASE | Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (Universidad Nacional Autónoma de México - UNAM)
Scholar | Google Acadêmico

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre

Rua General Andrade Neves, 14/402 | 90010-210 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone +55 (51) 3224-3340 | WhatsApp (51) 9 8487-0158 | E-mail: revista@sppa.org.br