Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito

Vivendo a metamorfose: um olhar psicanalítico sobre uma instituição forense

Vivian Peres Day

Resumo


A partir da experiência vivida no contato com pacientes internados em uma instituição psiquiátrica forense, a autora faz uma reflexão sobre como é possível lidar com intensos sentimentos despertados nessas situaçõeslimite, como ódio, angústia e confusão. A psicanálise usada para permitir o pensar e o conter mostra-se muito enriquecedora no campo individual, mas também como meio de refletir sobre a dimensão humana no tempo e no espaço em que vivemos. Vinhetas clínicas servem para mostrar um mundo de vivências destroçadas que esburacam o tecido das relações e demandam por uma escuta pensante e amorosa para um crescimento social.

Palavras-chave: psicanálise, psiquiatria forense, ódio.

 

Living the metamorphosis: a psychoanalytical look over a forensic institution

From the lived experience of contact with patients in a forensic psychiatric institution, the author reflects on how one can handle intense feelings aroused in these extreme situations, such as hatred, anguish and confusion. Psychoanalysis used to allow thinking and containment is very enriching both in the individual field, and as a means of reflecting on the human dimension in the time and space we live in. Clinical vignettes are used to show a world of shattered experiences that produce holes in the fabric of the relationships and demand a loving and thoughtful listening for social growth.

Keywords: Psychoanalysis, Forensic Psychiatry, Hatred.

 

Viviendo la metamorfosis: una mirada psicoanalitica sobre una institución forense

A partir de la experiencia vivida en el contacto con pacientes internados en una institución psiquiátrica forense, la autora hace una reflexión sobre cómo es posible lidiar con intensos sentimientos despertados en esas situaciones límite, como el odio, la angustia y la confusión. El psicoanálisis usado para permitir el pensar y el contener se muestra muy enriquecedor en el campo individual, pero también como medio de reflexionar sobre la dimensión humana en el tiempo y en el espacio en que vivimos. Viñetas clínicas sirven para mostrar un mundo de vivencias destrozadas que hacen agujeros en el tejido de las relaciones y demandan por una escucha amorosa y pensante para un crecimiento social.

Palabras clave: psicoanálisis, psiquiatría forense, odio.


Palavras-chave


psicanálise; psiquiatria forense; ódio

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5281/sppa%20revista.v24i3.334

Direitos autorais

Revista de Psicanálise da SPPA | Publicada desde 1993 (1988-93 com o nome de Arquivos de Psicanálise da SPPA)

Publicação Quadrimestral | ISSN 1413-4438 (versão impressa) | ISSNe 2674-919X (versão eletrônica) | Qualis: B2 Psicologia
 
INDEXADORAS:
LILACS | Biblioteca Virtual da Saúde (OPAS - BIREME)
CLASE | Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (Universidad Nacional Autónoma de México - UNAM)
Scholar | Google Acadêmico

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre

Rua General Andrade Neves, 14/402 | 90010-210 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone +55 (51) 3224-3340 | WhatsApp (51) 9 8487-0158 | E-mail: revista@sppa.org.br